16.4.05

O Mercado

Todos os sábados de manhã é costume ir jogar futebol, contudo, devido ao calor e falta de conversa o jogo ficou adiado. Fui ao mercado com a minha Renatinha e a minha simpática sogra. A minha sogra conhece todo o mundo pois ela tem trabalhado durante alguns anos na venda de frutas e legumes. Os vendedores do mercado municipal já a conhecem de "ginja" (de outros carnavais), afinal ela é um deles. Os peixeiros dão-lhe peixe e camarão - às vezes - as senhoras das bancas de verduras sorriem e sempre perguntam: - Vai alguma coisa dona Iolanda? Dona Iolanda a minha sogra é um espectáculo e muito popular no mercado municipal. Eu e Renata parecemos uns turistas (duristas ou tesos) caminhando nas calçadas de Angra debaixo de um sol abrasador. Água de côco e guaraná natural são bebidas que nos dão coragem para subir o morro carregados com legumes e peixe e vontade de coçar os olhos molhados de suor. Chegando a casa entramos numa estufa, logo os ventiladores e chuveiros começam a funcionar. Isto tudo antes de começar a fazer o almoço, que por incrível que pareça será 100% português: bacalhau cozido com batatas, brócolos e cenouras.

Um comentário:

Marta disse...

Pois... a pequena tem que se ir habituando já à comida portuguesa!

Cá, chove miudinho e tenho a impressão que vamos ter mais calor que vocês aí, daqui a uns 2 meses.

fernanda

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...