12.5.05

Neblina que não se Dissipa

"Obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do seu coração".(Ef4:18)
Retira o véu se és capaz! Afasta o nevoeiro que te impede de ver o que está bem na tua frente!
Deus não se encontra "tateando", tão pouco na introspecção do "conhece-te a ti mesmo" dos filósofos gregos da antiguidade. Deus não se encontra, nem se deixa achar. Ele está aí em todo o lugar e em parte nenhuma, pois os olhos da razão não conseguem penetrar nas trevas a não ser que haja Luz. Os corações de pedra são quebrados pela Palavra, pelo milagre são transformados em carne. A simplicidade e descoberta nos torna sensíveis e desejosos por ser o que Ele é. Despojando-nos de toda a impureza e malícia, nos vestimos de uma roupa criada segundo Deus e não segundo as boas intenções desta época. Somos constantemente iludidos pelos sentidos, pelos pensamentos envaidecidos, que nos dizem que por de trás da neblina não há nada, somente eu e o meu intelecto, que afinal não é suficiente para entender o que só pode ser discernido espiritualmente. Paul Tillich disse que: "O homem só pode enxergar a majestade de Deus quando descobrir sua miséria e só pode ver sua miséria quando descobrir a majestade de Deus."

2 comentários:

Marta disse...

Os obscurecidos de entendimento, talvez, sejam aqueles que procuram o conhecimento para saber mais - os curiosos; ou aqueles que desejam conhecer mais para ser conhecidos - os vaidosos; ou aqueles que procuram o conhecimento para o vender - os pouco honestos; ou, contrariamente (os não obscurecidos), aqueles que procuram o conhecimento para edificação de outros - os que amam.
Como o homem é o único ser intelectual à face da terra, tem a obrigação moral de levar uma vida intelectual - para edificação dos outros.
E quem "pensa que pode levar uma vida de estudo da verdade enquanto continua a viver uma vida iníqua, continua no erro." (Santo Agostinho).
Portanto, conhecer e fazer, ouvir e obedecer são conceitos completamente interligados para aqueles que têm convicções fundamentalmente cristãs.


Fernanda

Daniel M.S. disse...

Bom comentário. Boa réplica. Vou publicá-lo. Autorizas?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...