17.1.05

Subtilezas e Sofismas (parte 1)

A 48ª Assembléia Geral da UIECB, que querendo Deus irá ser realizada no mês de fevereiro, estará tratando entre outros assuntos a rejeição ou aceitação das práticas e modelo em geral do movimento G12.
Este assunto certamente irá dar muito pano para manga, porque no meio congregacional existem muitas igrejas que já adotaram o mesmo modelo, superficialmente ou não, outras ficam-se por enquanto na expectativa para depois resolverem após a Assembléia Geral. Uma coisa entretanto podemos observar, que a maioria dos crentes nem sabe ao certo o que é isso do G12, aceitam porque o seu pastor ou algum “visionário” afirma com todas as letras que estamos diante de uma Visão de Deus. Tudo o que é vindo deste movimento é subtil e uma armadilha terrível que não tem nada de visão mas ao contrário tem provocado divisões, problemas de todo o tipo ao nível familiar, psicológico e espiritual . Com isto tudo, corremos o risco de jogarmos 150 anos de história pelo cano. Vejamos alguns aspectos da filosofia e estratégia deste movimento.
Eles falam de uma nova “consciência”, de um deus que é “fonte geradora de óvulos pensantes e multiplicadores do bem” e de “códigos sagrados” como pré-requisitos para uma comunicação com o Criador. No processo para a libertação das almas oprimidas, valem os princípios de cura interior e de técnicas de visualização, com ênfase na eliminação das emoções negativas através de estratégias psicológicas. Apesar de tantas alegorias, as propostas não partem de nenhuma seita ou movimento declaradamente adepto da Nova Era, mas estão incluídas em uma espécie de cartilha do Movimento G12, que se utiliza do modelo de “igrejas em células” e cujos adeptos se declaram evangélicos.
(Continua...)

2 comentários:

Tiagão disse...

Sobre o G12 conheço e tenho um livro : "Encontro, G-12 e Igreja em Células - uma avaliação crítica" de Ulisses Horta Simões, uma edição do SeminárioTeológico Presbiteriano "Rev. Denoel Nicodemos Eller".
A acreditar em tudo o que o autor escreve a minha opinião é uma. Afastem-se disso. Já temos tantas e preciosas promessas na Palavra de Deus, que ignoramos diariamente. Busquemos primeira e primariamente ali. Não há técnicas, desejos escondidos, maldições que possam algo contra o desígnio de Deus. Ele quer, e isto é que é incompreensível, utilizar-nos. Nós é que fazemos os possíveis e impossíveis para fugir a esse desígnio. Inclusive, inventando novos processos ideais para aumentar o número de salvos!!!

Anônimo disse...

necessario verificar:)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...